TTF Brasil - Notícias

Notícias de parceiros

  • Instituto Justiça Fiscal

    A Injustiça Fiscal da Política de Austeridade

    Austeridade é política de corte para satisfazer o mercado financeiro. Entrevista com economista Marcelo Milan. [Leia Mais]

  • Outras Palavras

    Dowbor: como as corporações cercam a democracia

    Como os chacais desafiam o funcionamento das instituições políticas e jurídica em busca de ganhos fartos. [Leia Mais]

  • Instituto Justiça Fiscal

    Despesas da Copa do Mundo

    Ministério Público do Rio Grande do Sul requer que Fifa e Internacional devolvam dinheiro gasto com estruturas temporárias da Cop [Leia Mais]

  • Outras Palavras

    Democracia e Capitalismo, divórcio definitivo

    Num livro que diz muito ao Brasil, Wolfgang Streeck expõe mecanismos que permitiram à aristocracia financeira controlar Estado e m&iacut [Leia Mais]

Arquivos de Notícia

Últimas notícias

  • 19.08.2016 - Gestos promove tuitaço por democracia econômica e em defesa do SUS [Leia Mais]

  • 04.08.2016 - Devo não nego, pago quando puder [Leia Mais]

  • 15.07.2016 - Gestos encaminha pedido de audiência pública para debater TTF no Congresso Nacional [Leia Mais]

  • 05.07.2016 - Projeto Robin Hood quer reduzir desigualdades [Leia Mais]

  • 04.07.2016 - A crise do capitalismo financeiro vai ao cinema [Leia Mais]

  • 22.06.2016 - Mastigando o Economês: Meta Fiscal e Dívida Pública [Leia Mais]

  • 06.06.2016 - Educação Política e Econômica, eis a nossa proposta! [Leia Mais]

  • 16.05.2016 - A Consistência dos Inconsistentes [Leia Mais]

  • 13.05.2016 - Os Panama Papers e a necessidade de monitorar o fluxo de capitais [Leia Mais]

  • 11.05.2016 - Os efeitos positivos dos tributos sobre transações financeiras (TTF) no Brasil [Leia Mais]

  • 03.05.2016 - IOF para compra de moeda estrangeira sobe de 0,38% para 1,10% [Leia Mais]

  • 02.05.2016 - Novo Marco Regulatório das ONGs assinado pela Presidenta Dilma é debatido no Recife [Leia Mais]

  • 20.04.2016 - TIRADENTES, PIONEIRO NA LUTA CONTRA OS IMPOSTOS [Leia Mais]

  • 14.04.2016 - Artigo - IOF: o que é e o que pode ser? [Leia Mais]

  • 29.03.2016 - Combater a sonegação também é fazer justiça fiscal [Leia Mais]

  • 28.03.2016 - Democracia e Direitos para uma Política Madura [Leia Mais]

  • 11.03.2016 - JUSTIÇA FISCAL E O LUCRO DOS BANCOS [Leia Mais]

  • 01.03.2016 - Com animação fica mais fácil de entender [Leia Mais]

  • 24.07.2015 - Terceira Conferência do Financiamento para o Desenvolvimento Desaponta e perde Ambição [Leia Mais]

Riscos ambientais exigem financiamento inovador

Desigualdade social e mudanças climáticas são maiores desafios, segundo Fórum de Davos. Custo ambiental de $100 bilhões anuais até 2050 evidencia necessidade de taxar transações financeiras

Aumento da desigualdade, desemprego, escassez de água e mudanças climáticas estão entre as ameaças globais que mais preocupam para a próxima década, segundo o relatório Riscos Globais 2014, do Fórum Econômico de Davos, na Suíça, que acontece de 22 a 25 de janeiro. A partir de uma lista de 31 ameaças globais, especialistas de empresas, governos, academias e organizações não governamentais internacionais são convidados a apontar os maiores problemas a serem enfrentados na próxima década.

Os riscos ambientais figuram com destaque na lista deste ano, com a falta de mitigação e adaptação às mudanças climáticas no quinto lugar. O Banco Mundial estima o custo da adaptação às mudanças climáticas em 70 a 100 bilhões de dólares por ano até 2050, para os países em desenvolvimento.

Jovens e mulheres atribuem importância particular aos impactos ambientais, tais como crise da água, perda de biodiversidade e maior incidência de eventos climáticos extremos. O estudo sugere que a escassez de água – terceiro na lista de riscos globais – poderia reduzir a produção de grãos em até 30%. A crise na segurança alimentar figura em oitavo lugar.

Esses números só vêm reforçar a necessidade de encontrar fontes alternativas para financiar o desenvolvimento humano e ambiental.

MAIS RISCOS

Desemprego dos jovens e subemprego são considerados o segundo maior risco nos próximos anos. Cerca de 300 milhões de jovens – mais de 25% da população jovem do mundo – não tem trabalho produtivo, segundo estimativa do Banco Mundial. Considerando-se a baixa renda do emprego rural e o trabalho informal urbano, esse número sobe para 600 milhões.

Tendências demográficas apontam o rápido crescimento da população e crescente envelhecimento da população. Enquanto a população de mais de 65 anos, na França, demorou 115 anos para ir de 7% para 14%, na China, Coreia do Sul e Cingapura esse aumento vai demorar cerca de 20 anos.

Mais da metade da população mundial vive hoje nas cidades. Em 2050, a população urbana deve dobrar, atingindo cerca de 6,4 bilhões. Essa tendência aumenta o impacto da desigualdade de renda e desastres naturais, assim como de contaminação por doenças. O número de pessoas com diabetes deve atingir quase 600 milhões em 2035, comparado com 380 milhões em 2013.

Queda de confiança nas instituições, falta de lideranças e persistência das desigualdades de gênero são tendências que merecem atenção, segundo o estudo.

Para saber mais, acesse: http://reports.weforum.org/global-risks-2014/; http://forumblog.org/2014/01/top-10-risks-decade-ahead/



Comentar notícia Objetivos Desenvolvimento do Milênio  Desigualdade  Fórum Econômico  Davos  TTFs  

A campanha pelas TTF demanda uma taxa sobre as transações financeiras internacionais – mercados de câmbio, ações e derivativos. Com alíquotas menores que 1%, elas incidirão sobre um volume astronômico de recursos pois esses mercados giram trilhões de dólares por dia.

http://www.outraspalavras.net