TTF Brasil - Notícias

Notícias de parceiros

  • Instituto Justiça Fiscal

    A Injustiça Fiscal da Política de Austeridade

    Austeridade é política de corte para satisfazer o mercado financeiro. Entrevista com economista Marcelo Milan. [Leia Mais]

  • Outras Palavras

    Dowbor: como as corporações cercam a democracia

    Como os chacais desafiam o funcionamento das instituições políticas e jurídica em busca de ganhos fartos. [Leia Mais]

  • Instituto Justiça Fiscal

    Despesas da Copa do Mundo

    Ministério Público do Rio Grande do Sul requer que Fifa e Internacional devolvam dinheiro gasto com estruturas temporárias da Cop [Leia Mais]

  • Outras Palavras

    Democracia e Capitalismo, divórcio definitivo

    Num livro que diz muito ao Brasil, Wolfgang Streeck expõe mecanismos que permitiram à aristocracia financeira controlar Estado e m&iacut [Leia Mais]

Arquivos de Notícia

Últimas notícias

  • 19.08.2016 - Gestos promove tuitaço por democracia econômica e em defesa do SUS [Leia Mais]

  • 04.08.2016 - Devo não nego, pago quando puder [Leia Mais]

  • 15.07.2016 - Gestos encaminha pedido de audiência pública para debater TTF no Congresso Nacional [Leia Mais]

  • 05.07.2016 - Projeto Robin Hood quer reduzir desigualdades [Leia Mais]

  • 04.07.2016 - A crise do capitalismo financeiro vai ao cinema [Leia Mais]

  • 22.06.2016 - Mastigando o Economês: Meta Fiscal e Dívida Pública [Leia Mais]

  • 06.06.2016 - Educação Política e Econômica, eis a nossa proposta! [Leia Mais]

  • 16.05.2016 - A Consistência dos Inconsistentes [Leia Mais]

  • 13.05.2016 - Os Panama Papers e a necessidade de monitorar o fluxo de capitais [Leia Mais]

  • 11.05.2016 - Os efeitos positivos dos tributos sobre transações financeiras (TTF) no Brasil [Leia Mais]

  • 03.05.2016 - IOF para compra de moeda estrangeira sobe de 0,38% para 1,10% [Leia Mais]

  • 02.05.2016 - Novo Marco Regulatório das ONGs assinado pela Presidenta Dilma é debatido no Recife [Leia Mais]

  • 20.04.2016 - TIRADENTES, PIONEIRO NA LUTA CONTRA OS IMPOSTOS [Leia Mais]

  • 14.04.2016 - Artigo - IOF: o que é e o que pode ser? [Leia Mais]

  • 29.03.2016 - Combater a sonegação também é fazer justiça fiscal [Leia Mais]

  • 28.03.2016 - Democracia e Direitos para uma Política Madura [Leia Mais]

  • 11.03.2016 - JUSTIÇA FISCAL E O LUCRO DOS BANCOS [Leia Mais]

  • 01.03.2016 - Com animação fica mais fácil de entender [Leia Mais]

  • 24.07.2015 - Terceira Conferência do Financiamento para o Desenvolvimento Desaponta e perde Ambição [Leia Mais]

TTF europeia sofre ação de lobby financeiro

Responsável pelo desenho da arquitetura da TTF europeia, Algirdas Semeta afirma que mantém proposta inicial, apesar de Bruxelas sentir o peso do lobby financeiro, “provavelmente o mais poderoso do mundo”

Em entrevista publicada domingo (09.06) no jornal alemão Stuttgarter Zeitung, o comissário da União Europeia (UE) Algirdas Semeta (http://www.stuttgarter-zeitung.de/inhalt.interview-mit-eu-steuerkommissar-algirdas-semeta-europa-schliesst-die-schlupfloecher.968a4369-c702-46d7-8912-a7c42069d0fd.html) mandou um recado: a Comissão está bem consciente do papel do lobby financeiro, mas Bruxelas mantém sua proposta inicial de FTT.

“Na área de bancos e instituições financeiras temos de lidar provavelmente com o mais poderoso lobby do mundo”, afirmou Semeta. Ele garante que até agora mantém as taxas propostas para a taxação das transações financeiras (TTF) pelos 11 países da UE que concordaram em adotar o tributo – 0,1% sobre transações com ações e obrigações e 0,01% sobre transações com derivativos. “Continuamos querendo a tributação mais ampla possível, de todas transações financeiras. Qualquer isenção deve ser estudada para saber se não pode ser usada para contornar o pagamento do imposto. Na minha proposta, a evasão é simplesmente impossível, o que, obviamente, deixa algumas pessoas nervosas.”

Indagado sobre o efeito cascata, Semeta respondeu: "Esse efeito de corretagem é excluído, em nossa proposta. No entanto, aqueles que estão ativos no comércio de alta frequência, com milhares de transações por segundo, devem esperar uma alta carga tributária. Evitar esse tipo de atividade é exatamente a finalidade do imposto."

O comissário encarregado de negociar a arquitetura do TTF diz que as conversações políticas ainda não começaram. "O setor não paga VAT [correspondente ao ICMS] - o que significa que os membros da UE perdem 18 bilhões de euros por ano, mas todos os setores da economia devem pagar uma parte justa" – diz ele.

“Não é o caso de tomar o seu depoimento ao pé da letra, visto que essas pessoas sempre falam estrategicamente” - diz Peter Wahl, da ONG Economia Mundial, Ecologia & Desenvolvimento (WEED, na sigla em alemão), com sede em Berlim. “É uma luta - que inclui guerra psicológica -, e a luta só termina no fim, com um resultado ainda incerto. O equilíbrio de poder político é que vai decidir.”



Comentar notícia Justiça fiscal  Ações  Derivativos  TTFs  Comissão Europeia  

A campanha pelas TTF demanda uma taxa sobre as transações financeiras internacionais – mercados de câmbio, ações e derivativos. Com alíquotas menores que 1%, elas incidirão sobre um volume astronômico de recursos pois esses mercados giram trilhões de dólares por dia.

http://www.outraspalavras.net