TTF Brasil - Pesquisa

Notícias de parceiros

  • Instituto Justiça Fiscal

    Para 79% da população, o Estado tem o dever de reduzir as desigualdades

    Pesquisa da Oxfam Brasil [Leia Mais]

  • Instituto Justiça Fiscal

    A Injustiça Fiscal da Política de Austeridade

    Austeridade é política de corte para satisfazer o mercado financeiro. Entrevista com economista Marcelo Milan. [Leia Mais]

  • Outras Palavras

    Dowbor: como as corporações cercam a democracia

    Como os chacais desafiam o funcionamento das instituições políticas e jurídica em busca de ganhos fartos. [Leia Mais]

  • Instituto Justiça Fiscal

    Despesas da Copa do Mundo

    Ministério Público do Rio Grande do Sul requer que Fifa e Internacional devolvam dinheiro gasto com estruturas temporárias da Cop [Leia Mais]

Notícia

A proposta do perdão de dívidas

Uma campanha para comprar a dívida de pessoas inadimplentes, com desconto, e perdoá-la, é a bandeira do movimento Strike Deb, uma coalizão de grupos do movimento Occupy. “Dívida é o que une os 99%”, diz um representante da organização. “De recém-formados, que todos os meses pagam centenas de dólares em juros sobre empréstimos estudantis; de idosos, cujas propriedades vale...

Adeus ao AAA para França

Uma das principais agências de crédito rebaixou a França do seu valioso status AAA para Aa1, aparentemente por causa de “perspectivas de deterioração econômica”. A Moody’s cita “perda de competitividade” e pode estar se referindo aos altos níveis de impostos e custos do emprego na França. As consequências do rebaixamento ainda não estão claras, mas há riscos de que o custo dos empréstimos francese...

Lucros do crime protegidos em paraísos fiscais

O Diretor do Programa Anticrime do Departamento do Estado dos EUA, David M. Luna, falou no encontro anual da Sociedade Americana de Criminologia (ASC), ocorrida dia 17 de novembro em Chicago, sobre a crescente preocupação com os hubs financeiros ilícitos e a prestação de serviços legais e profissionais que facilitam a lavagem de dinheiro sujo. Citando o órgão para Drogas e Crime da ON...

França: Attac faz teatralizações contra arrogância dos bancos

De 5 a 15 de dezembro, a França assistirá à jornada Attac contra as Finanças e os Bancos, atos 1 e 2, em Paris. Trata-se das teatralizações-debates “Tribunal dos bancos”, com a companhia NAJE, e “Uma reversão ao outro” ("D'un retournement l'autre"), de F. Lordon, pela companhia Última Chamada. Depois das apresentações, com base na experiência nas apresentações e de outros tribunais militantes, um ...

Estudo mostra impacto da crise na Espanha

O Observatório Social da Espanha (OSE), rede de pesquisadores de várias universidades espanholas que desde 2004 analisam a situação social do país analisando os investimentos e serviços públicos, assim como o mercado de trabalho e a distribuição da renda, revelou em seu último relatório, divulgado no último dia 20, que o impacto da crise sobre as famílias, as crianças e os adolescentes espanhois é...

Fuga de capitais e dívida odiosa na África

O novo governo da Tunísia, eleito depois da revolução, está pedindo uma auditoria das dívidas assumidas sob o regime de Ben Ali, em razão da riqueza acumulada por ele e sua família, com forte apoio da população. “Não sabemos de movimento semelhante em outros países, mas, assim como a Tunísia foi a vanguarda das revoluções ocorridas em 2011, esperamos que esse movimento se espalhe não só no norte,...

Funcionários do FMI reconhecem: erramos sobre a austeridade

O primeiro grande sinal da mudança veio em outubro. Em seu relatório Visão da Economia Mundial o fundo publicou pesquisa mostrando que em 2010, quando a Grécia e outros países europeus embarcaram em programas severos de austeridade, foi subestimado o impacto negativo que o corte de despesas e o aumento de impostos teria sobre a economia. Em um ensaio apresentado na sexta-feira passada...

HSBC: o banco é a lavanderia de carteis

Depois da pífia punição aplicada ao HSBC, descoberto lavando grandes quantias de dinheiro para carteis de drogas mexicanos, Robert Mazur afirma, em artigo do New York Times, que “o único modo de deter o fluxo desse dinheiro sujo é endurecer com os banqueiros que ajudam a mascará-lo e a transferi-lo pelo mundo. Os bancos não lavam dinheiro, quem faz isso são pessoas”. Mazur foi agente federal duran...

É preciso restringir tamanho dos bancos

Até pouco tempo, acreditava-se que bancos muito grandes ou muito interconectados não podiam falhar. Contudo, a crise financeira de 2007-2008 vem nos ensinando outras lições. “Precisamos de forte regulamentação para restringir o tamanho e a interconectividade dos bancos”, afirmou Joseph Stiglitz, prêmio Nobel de economia em 2001, em palestra na Índia. “Instituições financeiras muito grandes ou muit...

O FMI, quem diria, está mudando

Uma revolução silenciosa está ocorrendo no FMI. Depois de reconhecer, em outubro passado, que a política de austeridade pode causar mais danos que benefícios às economias nas quais é imposta, o Fundo defendeu no mês seguinte o uso de restrições ao fluxo internacional de capital. Embora essas afirmações sejam cautelosas e muitas vezes relativizadas, é significativo que o juiz mundial da prudência f...

Auditoria Cidadã à Dívida tem encontro em Portugal

No dia 19 de Janeiro teve lugar o 1º Encontro Nacional Crises não Pagam Dívidas, convocado pela Iniciativa Cidadã para uma Auditoria à Dívida Pública (IAC), no Instituto Franco-Português, em Lisboa. O evento foi apoiado por dezenas de ativistas e pela ATTAC (Ação pela Tributação das Transações Financeiras para apoio aos Cidadãos) de Portugal, que afirma: “Queremos saber quanto devemos...

Mulheres africanas definem estratégias para lutar contra a dívida

Viajando milhares de quilômetros, enfrentando dificuldades com transporte e deixando para trás as obrigações e responsabilidades, mulheres de não menos que 11 países africanos responderam 'presente' à reunião marcada pelo CADTM África (Comitê pela Anulação da Dívida do Terceiro Mundo) em Cotonou (capital econômica do Benin) no fim de 2012. Vieram da Tunísia, na África do Norte, da República Democr...

De olho nos milionários brasileiros

Uma combinação de rápida criação de riqueza, aumento no número de milionários e queda dos juros fizeram do Brasil lugar ideal para um tipo de banco internacional privado: os que gerenciam grandes fortunas. Os suiços Credit Suisse, Julius Baer e UBS expandiram recentemente seus negócios no país e, para continuar a fazê-lo, estão adquirindo instituições financeiras locais. As informações são do Rela...

Revista The Economist combate TTF europeu e limite a bônus de banqueiros

Cresce a pressão contra a TTF europeia. Desta vez os ataques partem da revista inglesa The Economist: “As propostas da Comissão Europeia para uma taxa sobre transações financeiras, divulgadas dia 14 de fevereiro, são uma obra-prima de mau projeto”, afirma a publicação em seu site

Londres é a capital mundial dos paraísos fiscais

Uma organização está lançando uma campanha para desafiar a cidade de Londres e seu papel na ajuda às empresas que não pagam impostos e praticam evasão fiscal em larga escala – informou o jornal inglês The Guardian. O grupo, denominado The Rules (As Regras), é um coletivo global ligado ao movimento Ocuppy e está convocando uma manifestação para a tarde do próx...

Justiça fiscal para alcançar justiça social

Mais de duas dezenas de grupos formaram a Global Alliance for Tax Justice (Aliança global por justiça fiscal) e firmaram, juntos, um manifesto pela justiça fiscal internacional, no FSM da Tunísia. No documento, mencionam a sonegação de impostos das multinacionais e dos ultrarricos, por meio dos paraísos fiscais, e propõem medidas para acabar com a completa falta de limites ao capital financeiro. S...

Banco dos BRICS: em direção a um mundo multipolar

Os BRICS uniram-se para criar alternativas ao Banco Mundial e ao FMI. No quinto encontro de cúpula do grupo, realizado no fim de março em Durban (África do Sul), Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul anunciaram um acordo preliminar para a criação de instituições multilaterais com o objetivo de financiar o desenvolvimento e dar suporte financeiro emergencial. O progresso foi mais rápido ...

Marcha à Casa Branca para taxar Wall Street é neste sábado

“Bancos e corporações de Wall Street arrecadam lucros recordes, enquanto nossas comunidades sofrem perda de emprego e corte nos programas públicos. Em vez de engordar os bolsos corporativos, esse dinheiro devia ir para programas de nossas crianças pequenas, aposentadoria da avó, nosso combalido sistema de saúde. É hora de o governo levantar-se com o povo para TAXAR WALL STREET.” A crescente d...

Finanças clandestinas: uma conta em 13 minutos

Os sinais de que as finanças globais tornaram-se um território fora-da-lei, já claros desde o escândalo Offshore Leaks (leia nosso texto a respeito), cresceram esta semana, com a publicação de uma reveladora reportagem na revista francesa Alternatives Economiques. O jornalista Manuel Domergue revela que não precisou de mais que 13 minutos para abrir uma conta no centro offshore (“paraíso fiscal”) ...

Milhares exigem que presidente Obama adote TTF

Cerca de duas mil pessoas, usando chapéus de Robin Hood e com bonecos gigantes de banqueiros de Wall Street, marcharam sábado (20 abr) em Washington, capital dos Estados Unidos, para exigir que o presidente Obama e o secretário do Tesouro Jack Lew parem de perseguir a “austeridade” e apoiem um imposto sobre transações financeiras (TTF) em Wall Street, conhecido como “Taxa Robin Hood”. A manifestaç...

PARA CONTER A LAVANDERIA

Acaba de ser aprovado na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara o projeto de lei (PL) 5696, do deputado federal Paulo Rubem Santiago (PDT-PE), destinado a conter a lavagem de dinheiro via sistema financeiro clandestino ou paraísos fiscais. O PL prevê que a Fazenda estabeleça, entre suas regras, “a obrigatoriedade de empresas domiciliadas no exterior informarem o seu Quadro de Sócios e Admini...

"O Brasil é um crime contra o mercado" afirma mídia neoliberal

O jornal ‘Financial Times’ acumula 125 anos de inoxidável convicção nas virtudes dos livres mercados. Foi uma das trincheiras ideológicas na construção da hegemonia neoliberal que condicionou a sorte da economia e os destinos da humanidade nas últimas décadas, com os resultados conhecidos que dispensam reiterações. Ao lado de outra referência no gênero, a também britânica revista ‘The Econom...

Disciplina bancária ainda é miragem

“Os mercados tornaram-se demasiado grandes e complexos e evoluíram demasiado depressa para continuarem sujeitos à supervisão e à regulação do século XX. Não é de estranhar que esse Leviatã financeiro mundial esteja para lá dos horizontes de compreensão dos operadores do mercado, mesmo dos mais avisados. Os reguladores financeiros são responsáveis por supervisionar um sistema muito mais complexo do...

Lavagem de dinheiro nas artes plásticas

No livro Money Laundering through Art: A Criminal Justice Perspective (Lavagem de Dinheiro por meio da Arte: uma Perspectiva da Justiça Criminal), editado pela editora Springer, o desembargador federal brasileiro Fausto De Sanctis traz à tona um negócio cada vez mais praticado tanto por criminosos como por muito ricos: a compra de obras de arte para branqueamento de capitais. De Sanctis foi juiz n...

Quem tem medo da reforma tributária

Professor do Núcleo de Estudos do Futuro da PUC-SP, o economista Ladislau Dowbor nasceu em Banyuls, na França, em 1941, durante a Segunda Guerra. Os pais, de origem polonesa, estavam a caminho da América, fugindo da guerra. Depois de formar-se em Economia Política na Universidade de Lausanne, na Suíça, fez mestrado e doutorado em Ciências Econômicas na Escola Central de Planejamento e Estatística ...

G8: hora de agir contra lavagem de dinheiro

Juízes, fiscais e especialistas anticorrupção de 15 países enviaram carta aos líderes do G8 (Estados Unidos, Alemanha, Canadá, França, Itália, Japão, Reino Unido e Rússia) em que urgem os governantes das oito potências globais que se reunirão semana que vem (17 e 18.06) na Irlanda do Norte a tomar medidas contra a corrupção, a evasão fiscal e o branqueamento de capitais. Para eles, o G8 não só...

G8 e paraísos fiscais: bons princípios, pouca ação

Os comunicados publicados dia 18 de junho sobre o encontro do G8 em Lough Erne, na Irlanda do Norte, colocam princípios importantes de luta contra os paraísos fiscais, mas salta à vista a impossibilidade de os países chegarem a um acordo sobre os modos concretos de ação. Os princípios estabelecidos pela declaração final da cúpula confirmam, e é o mínimo que se poderia esperar, os compromissos a...

Transação em Alta Frequência prejudica mais do que contribui com economia

Operações financeiras computadorizadas que se aproveitam de microsegundos de variações no mercado para atingir lucros especulativos, através de algoritmos pré-definidos, não é bom para os mercados como tem sido defendido por proponentes de transação em alta frequência (TAF), de acordo com um novo trabalho de economistas da Universidade do Michigan. Pelo contrário, várias TAF prejudicam a maioria ...

Lá como cá, sonegação e injustiça fiscal

Empresas e muito ricos brasileiros mantêm em paraísos fiscais, livres de impostos, a quarta maior quantia do mundo depositada nesse tipo de conta bancária. Era de 520 bilhões de dólares, mais de um trilhão de reais, em 2010, a "riqueza offshore não registrada" para fins de tributação – como demonstrou o estudo The Price of Offshore Revisited, encomendado pela Tax Justice Network a James Henry, ex-...

Pacotes bancários são reajustados até 79% além da inflação

Paradoxalmente, e como geralmente acontece quando se trata de juros e impostos, quem tem menos paga mais. Levantamento do Idec (Instituto de Defesa do Consumidor) sobre os preços dos pacotes de tarifas dos seis maiores bancos que atuam no país, e que respondem por cerca de 70% das operações de crédito – Banco do Brasil, Bradesco, Caixa Econômica Federal, HSBC, Itaú e Santander – demonstra que os p...

Outro sistema financeiro é possível?

Apenas poucos dias após os principais bancos privados apresentarem seus resultados relativos ao primeiro semestre deste ano, agora vem a notícia bombástica do Banco do Brasil (BB). A maior instituição financeira nacional, um banco bicentenário e constituído sob a forma de empresa de economia mista, registrou em seu balanço o maior lucro semestral de uma instituição do gênero no País. Foram R$ 10 b...

Para livrar a Europa da ditadura financeira

Desde 2007, uma crise abala a economia mundial, tendo a União Europeia no centro. As políticas econômicas adotadas pela UE, ao invés de criar os meios de superar as dificuldades, vêm apenas agravando a crise social, econômica e ecológica, colocando a democracia em perigo. Para deter o poder que subordina os interesses e necessidades populares aos interesses dos mercados financeiros, a rede europei...

“Wall Street deve pagar”

O colapso financeiro global provocado por Wall Street completa cinco anos em setembro. Dia 25 de julho, um corte federal de Manhattan decidiu que a União pelas Liberdades Civis Americanas (ACLU) pode prosseguir com processo contra o Morgan Stanley, um dos maiores bancos de investimento de Wall Street. O processo revela um esquema de hipotecas desonesto e predatório, praticado contra uma das popula...

Europa: o escandaloso apoio aos bancos

Um relatório do eurodeputado belga Philippe Lamberts, dos Verdes, antecipado pela revista Visãoonline, chegou à conclusão de que a política da União Europeia de conceder aos bancos auxílios para impedir a sua falência foi acompanhada de “ajudas implícitas” no valor de 1,3 trilhão de euros, em quatro anos. Este valor representa nada menos do que 10% de toda a riqueza produzida na Europa, ou quase 2...

Os tubarões de Wall Street

Em sua tentativa de mitigar os efeitos da crise financeira mundial, o Sistema de Reserva Federal dos Estados Unidos (Fed) adotou uma postura de flexibilização monetária desde 2008. Manteve taxas de interesse próximas de zero e abriu um programa de compras de títulos do Tesouro norte-americano para injetar liquidez no sistema bancário e permitir fluxo de crédito à economia. A realidade é que a i...

Bancos especulam com moedas. E a Taxa Tobin europeia?

O volume diário das transações no mercado de divisas envolveu, em 2013, cerca de 5,3 trilhões de dólares! Os bancos, como os fundos de investimento mútuo, que possuem muito boa liquidez, usam e abusam das transações no mercado de divisas, empurrando as moedas para cima ou para baixo para obterem ganhos com os diferenciais das taxas de câmbio. Os bancos têm também um papel decisivo em termos de der...

Anuidade dos cartões de crédito aumenta até 85%

Levantamento realizado pelo Idec (Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor) junto aos seis maiores bancos do país – Banco do Brasil, Bradesco, Caixa Econômica Federal, HSBC, Itaú e Santander – revela que 99 dentre as 209 modalidades de cartões de crédito tiveram os preços corrigidos com índices que vão de 4,7% a 85%, entre janeiro de 2013 a janeiro de 2014. O maior índice foi aplicado pelo ...

Bancos especulam com alimentos

Através das suas atividades de trading, os bancos são os principais especuladores nos mercados distribuidores e a prazo das matérias-primas e dos produtos agrícolas, dispondo de meios financeiros nitidamente mais avultados que os restantes intervenientes. Uma simples visita ao site do Commodity Business Awards |1| permite descobrir uma lista de bancos e de corretores que ocupam lugares de relevo n...

E se os bancos entrarem em extinção?

A atividade bancária, na forma em que a conhecemos, está começando a parecer mais ultrapassada que uma impressora matricial. Na China, os consumidores estão depositando suas poupanças em empresas de Internet, ao invés de bancos. Nas Filipinas, uma classe média emergente paga suas despesas utilizando-se de uma nova cepa de financiadores, baseados em redes sociais. Nos Estados Unidos, um terço do...

Inglaterra: a impunidade exemplar

O caso do banco britânico HSBC constitui um caso exemplar da doutrina «demasiado grandes para serem encarcerados». Em 2014, o grupo mundial HSBC emprega 260.000 pessoas, está presente em 75 países e declara 54 milhões de clientes. No decurso da última década, o HSBC colaborou com os cartéis da droga do México e da Colômbia – responsáveis por (dezenas de) milhares de assassinatos com armas de fo...

Instituto Justiça Fiscal debate sistema tributário

Os principais entraves políticos e estruturais para a construção de um sistema tributário mais justo foram debatidos pelo Instituto Justiça Fiscal (IJF) semana passada (29.04), no Plenarinho da Assembleia Legislativa de Porto Alegre. A tributação sobre o consumo é muito elevada, observou o palestrante Raul Pont, deputado estadual pelo RS, ao fazer um breve apanhado dos principais tributos inci...

Sob pressão de bancos, Taxa Tobin na Europa é adiada para 2016

Um passo atrás sob a pressão do lobby dos bancos. As eleições europeias serão realizadas no dia 25 de maio e muitos eleitores esperavam ver cumprida uma iniciativa que apontava para a criação de um imposto sobre o conjunto das transações financeiras. Mas a eterna história das boas intenções verbais da União Europeia e a realidade deixou uma nova vítima pelo caminho: a taxa Tobin ou o imposto “Robi...

As revelações de “O Capital no Século XXI”

O seu livro – intitulado Capital in the Twenty-First Century ["O Capital no século XXI", ainda sem edição em português] – disparou na lista dos mais vendidos no site Amazon. Tê-lo consigo, em alguns ambientes de Manhattan, tornou-se a mais nova ferramenta para se conectar socialmente com jovens progressistas. Ao mesmo tempo, seu autor vem sendo “condenado” como neomarxista por comentaristas de dir...

15 mais ricos têm patrimônio maior que renda de 14 milhões do Bolsa Família

O patrimônio das 15 famílias mais ricas do Brasil, segundo lista divulgada pela revista Forbes, é dez vezes maior que a renda de 14 milhões de grupos familiares atendidos pelo programa Bolsa Família. De acordo com a publicação americana, os 15 clãs mais abastados do Brasil concentram uma fortuna de 270 bilhões de reais, cerca de 5% do PIB do País. O Bolsa Família, por sua vez, atendeu 14 milhões d...

Banqueiro revela como finanças dominam economia

O arranha-céu está vazio. Um homem se aproxima de uma grande janela, da qual se veem outros edifícios que compõem o distrito financeiro de Frankfurt. O homem diz: “Em uma sala como esta, um lugar sagrado, uma ‘trade room’, caberia uma centena de ‘brokers’”. Assim se inicia o documentário ‘Master of universe’, o ‘Eu confesso’ de Rainer Voss, executivo alemão de um banco. Um homem que diante de uma ...

Alguém se habilita?

“Vamos ao trabalho, mas só se for para fazer direito, bem feito, se não é melhor nem me chamar.” Titãs. O governo federal no Brasil precisa colocar o dinheiro onde está o seu discurso publicitário. E para realmente fazê-lo como política pública desenhada e executada a contento para retirar o País de uma evidente letargia econômica, alternada com pequenos picos de euforia esporádica, deve execut...

JUSTIÇA FISCAL E O LUCRO DOS BANCOS

Para o cidadão comum pode parecer abstrato e complicado falar em justiça fiscal e tributária. Normalmente quando se fala em impostos a maioria das pessoas pensa no Imposto de Renda sobre Pessoa Física (IRPF) e nos impostos cobrados diretamente no consumo de bens e serviços, esquecendo-se da existência de outras cobranças e maneiras de equilibrar a balança dos tributos – especialmente quando se pen...

Biblioteca

Globalizar a solidariedade em defesa da taxação dos fluxos financeiros

Tradução para o português de Globalizing solidarity: The Case for Financial Levies, relatório do Comitê Internacional de Peritos para a Força-Tarefa sobre Transações Financeiras Internacionais para o Desenvolvimento, do Grupo Piloto sobre Mecanismos Inovadores para Financiar o Desenvolvimento – IPEA (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada), Brasília, 2010. A partir do engajamento do governo b...

Globalização para todos: taxação solidária sobre os fluxos financeiros

O livro tem o propósito de apresentar o debate internacional e nacional sobre a taxação de fluxos de capitais. A proposta de estabelecer um imposto internacional sobre os fluxos financeiros, tema central desta publicação, foi lançada originalmente pelo economista James Tobin, no início da década de 1970, como forma de reduzir a especulação nos mercados de moeda e, com isso, simultaneamente diminui...

A campanha pelas TTF demanda uma taxa sobre as transações financeiras internacionais – mercados de câmbio, ações e derivativos. Com alíquotas menores que 1%, elas incidirão sobre um volume astronômico de recursos pois esses mercados giram trilhões de dólares por dia.

http://www.outraspalavras.net